Decreto determina medidas de contenção e redução de despesas

Decreto foi assinado pela prefeita Vera Costa, no dia 8 de novembro, e estará em vigor até o dia 31 deste ano

O decreto que define medidas para a contenção e redução de despesas em todos os setores da Prefeitura de Guaçui.
O decreto que define medidas para a contenção e redução de despesas em todos os setores da Prefeitura de Guaçui.

Publicado em 10/11/2017 as 10:33 (Atualizado em 23/11/2017 as 06:01), postado por , Fonte: Assessoria de Comunicação/ Prefeitura de Guaçuí. Foto: (Arquivo PMG)

A prefeita de Guaçuí, Vera Costa, assinou o Decreto nº 10.410, no dia 8 de novembro, que define medidas para a contenção e redução de despesas do município. A finalidade, de acordo com o decreto, é manter o equilíbrio das contas públicas, no âmbito da administração municipal, direta e indireta, relativas ao exercício deste ano de 2017. O decreto também cria a Comissão de Avaliação de Despesa que será responsável pelo acompanhamento, monitoramento e avaliação de todas as ações, visando assegurar o equilíbrio das finanças municipais. O dispositivo estará em vigor até 31 de dezembro deste ano.

O decreto assinado pela prefeita determina que todas as Secretarias Municipais adotem medidas para a contenção de despesas, mas sem prejudicar os serviços essenciais prestados aos cidadãos. Além de limitar a emissão de empenhos e a movimentação financeira no âmbito da Administração Municipal Direta e Indireta, mediante atendimento aos critérios estabelecidos no texto.

E é em seu artigo 3º que ficam instituídas as determinações de redução e contenção de despesas com pessoal, material de expediente, frota de veículos, contratos, convênios, termo de fomento, termo de colaboração e acordo de cooperação em geral. Entre estas pode-se destacar a suspensão, execução e pagamento de horas extras, exceto para aqueles serviços imprescindíveis e mediante justificativa por escrito do secretário municipal que estará sujeita à aprovação da Comissão de Avaliação de Despesa.

Também ficam suspensos temporariamente a concessão de diárias – com exceções sujeitas à Comissão; novas nomeações e contratações de servidores, ressalvadas situações de excepcional interesse público e outras previstas em lei; concessão de licenças para interesses particulares e de gratificações sem obrigação legal; e a concessão de reajustes a servidores municipais, ressalvados os casos em que deva ser garantido o piso nacional da categoria fixado em lei federal; entre outras determinações (veja estas determinações na íntegra abaixo, no final do texto).

O decreto define, ainda, que os secretários municipais são responsáveis por implementar e auxiliar na fiscalização das determinações colocadas no texto. Eles terão que prestar contas, quando forem solicitados pela prefeita ou pela Comissão de Avaliação de Despesa. Ou seja, eles estão sujeitos a responsabilidades legais pelo não cumprimento do que está determinado no decreto.

Comissão

Já a Comissão de Avaliação de Despesas, criada pelo decreto nº 10.410, será constituída pelos secretários municipais de Gestão Administrativa e Recursos Humanos, Finanças, procurador geral do município, controlador geral do município e técnico em Contabilidade da Prefeitura de Guaçuí. Esta comissão é que poderá, em casos especiais, deferir os pedidos de autorização das despesas previstas, conforme as determinações expostas no decreto.

O objetivo da comissão é proceder ao acompanhamento, monitoramento e avaliação de todas as ações, visando assegurar o equilíbrio das finanças municipais, bem como demais medidas em consonância com as diretrizes definidas pela Prefeita. Além da prefeita Vera Costa, também assinam o decreto o procurador geral, Ailton da Silva Fernandes, o controlador geral, Weriton Soroldoni, e a secretária municipal de Finanças, Tina Costa.

Determinações de redução e contenção de despesas

I- Fica suspensa a execução e o pagamento de horas extras, exceto para aqueles serviços imprescindíveis e mediante justificativa por escrito do (a) Secretário (a), sujeitos à aprovação da Comissão de Avaliação de Despesa, situação na qual deverá o (a) Secretário (a) especificar o nome e o cargo ocupado do servidor, o serviço e as quantidades de horas extras prestadas;

II- Ficam suspensos de forma temporária:

  1. a) A concessão de diárias, porém, os casos excepcionais estarão condicionados a aprovação da Comissão de Avaliação de Despesa;

  2. b) Novas nomeações de servidores efetivos e cargos em comissão, contratações temporárias e de estagiários, para suprir vagas existentes na administração municipal, direta ou indireta, ressalvadas as situações de excepcional interesse público, devidamente justificadas, e aquelas decorrentes da reposição de aposentaria ou falecimento de servidores das áreas de saúde e educação, ou por ordem judicial condicionadas a prévia manifestação da Procuradoria Municipal e da aprovação da Comissão de Avaliação de Despesa;

  3. c) A nomeação de servidores em substituição, no caso de impedimento legal ou afastamento do titular ocupante de cargo de provimento em comissão ou função gratificada, só poderá ocorrer desde que, imprescindíveis e devidamente justificadas, condicionadas a prévia manifestação da Procuradoria Municipal e da aprovação da Comissão de Avaliação de Despesa, no entanto, fica vedada a substituição quando o afastamento dos titulares a que se refere o caput, ocorrer por um período igual ou inferior a 15 (quinze) dias.

  4. d) Concessão de licenças para tratar de interesses particulares, quando implicarem em nomeações para substituição que acarretarem aumento de despesas na folha de pagamento com pessoal;
  5. e) Concessão de férias, devendo ser concedido somente aqueles que tenham direito a férias obrigatórias e poderão gozá-las, caso contrário, o período de férias será regido pela conveniência do Poder Público, e ainda concessão de férias que importem em conversão pecúnia;

  6. f) A Concessão de novas gratificações, salvo quando decorrentes de obrigação legal;

  7. g) O afastamento ou cessão de servidor, com ônus para o município, para quaisquer órgãos federal, estaduais e municipais;

  8. h) Contratação e participação de servidores públicos municipais em treinamento, seminários, cursos de qualificação quando implicarem em gastos públicos, salvo em casos excepcionais, comprovada a sua imprescindibilidade e mediante autorização da Comissão de Avaliação de Despesa;

  9. i) A concessão de reajustes a servidores municipais, ressalvados os casos em que deva ser garantido o piso nacional da categoria fixado em lei federal, condicionada, nesse caso, a concessão à prévio estudo de impacto orçamentário e financeiro, não podendo o gasto com pessoal ultrapassar o limite legal da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101/2000), bem como qualquer alteração no Plano de Carreira dos Servidores do município de Guaçuí que implique em aumento de despesas com folha de pagamento de pessoal;

  10. j) A locação de veículos; contração de aluguel de imóveis, não compreendidas as renovações das locações já existentes, ressalvados casos específicos de comprovado interesse público, excepcionalidade ou calamidade, no entanto, após avaliação e parecer da Comissão de Avaliação de Despesa.

  11. k) Aquisição de equipamentos e materiais permanentes, salvo alguma excepcionalidade que deverá receber parecer da Comissão de Avaliação de Despesa;

  12. l) Pagamento de passagens para servidores municipais, cargos comissionados e funções gratificadas, exceto viagens de representação, relação institucional e de participação em Conselhos Setoriais, desde que justificados e autorizados Comissão de Avaliação de Despesa;

  13. m) Criação de comissões ou similares remuneradas;

  14. n) Instrumentos de cooperação, colaboração ou fomento que importe em contrapartida financeira para o município;

  15. o) Contratação de serviços de coffe break, almoço, jantar ou similares;

  16. p) O pagamento de horas extras, com exceção daquelas inerentes aos serviços desempenhados por leituristas e operadores de ETA´s no SAAE; coletores de resíduos - domiciliares e comerciais, e garis (que executam suas atividades na parte central da cidade e nos fins de semana); servidores plantonistas da Casa de Passagem; motoristas lotados na Secretaria Municipal de Educação que efetuam o transporte escolar, no entanto, fica expressamente proibido o pagamento de horas extraordinárias, salvo em caso de excepcionalidades ou calamidade pública, após parecer da Comissão de Avaliação de Despesa.

  17. q) A concessão de suprimentos de fundos, podendo ocorrer, em caso de excepcionalidades ou calamidade pública, e após parecer da Comissão de Avaliação de Despesa;


III - Fica vedado o uso das frotas de veículos municipais aos fins de semana e dias considerados feriados nacional, estadual e municipal, ressalvados os casos específicos nas áreas de saúde, educação, assistência social e SAAE;

IV - Fica determinada a redução de despesas com manutenção de automóveis, ônibus, caminhões, máquinas e equipamentos, devendo o Secretário responsável pela pasta instaurar procedimento com vista a apurar a responsabilidade do servidor que danificar qualquer destes veículos ou equipamentos em razão de desídia ou imprudência na sua condução ou manuseio;

V - Racionalizar o uso de combustível em toda frota de veículos da administração municipal;

VI - Contenção do consumo de energia elétrica, de materiais de expediente, de ligações telefônicas e do consumo de água;

VII - Redução das expedições das ordens de serviços e fornecimentos de materiais dos contratos administrativos em vigência em que há possibilidade de supressão de objeto, exceto dos recursos vinculados;

VIII - A expedição de ordem de serviço ou de fornecimento de material de consumo e serviços de terceiros ficam condicionadas a prévia autorização da Comissão de Avaliação de Despesa;

IX - A efetivação de aditivos contratuais que resultem em acréscimo de valor, limitados estes somente aos serviços extremamente necessários e imprescindíveis ao funcionamento da administração pública, estarão condicionados a avaliação e parecer da Comissão de Avaliação de Despesa.

X - Redução de despesas com eventos culturais, esportivos e de caráter recreativo.


Informações para a imprensa
Superintendência de Imprensa Oficial
(28) 3553-1387
(28) 99992-5504 - Marcos Freire
comunicacao@guacui.es.gov.br
www.guacui.es.gov.br
www.facebook.com.br/prefeituradeguacui
www.youtube.com/prefeituradeguacui
www.twitter.com/guacui_gov



MAIS NOTICIAS
Prefeita reúne secretariado e inicia planejamento de 2018

há 9 dias

Prefeita reúne secretariado e inicia planejamento de 2018

A prefeita Vera Costa reuniu todo seu secretariado para iniciar planejamento para o ano que vem e avaliar corte de gastos


Guaçuí presente ao seminário “Ética, Controle e Transparência”

há 10 dias

Guaçuí presente ao seminário “Ética, Controle e Transparência”

A prefeita Vera Costa participou do seminário que também serviu para lançar o projeto com o mesmo nome do MPES e TCES


Reunião garante recursos para videomonitoramento da cidade

há 10 dias

Reunião garante recursos para videomonitoramento da cidade

Em reunião na Secretaria de Estado da Segurança, a prefeita Vera Costa teve a garantia de repasse e solicitou plantão na Delegacia de Guaçuí


Segurança e profissionalização são pautas de reuniões em Vitória

há 13 dias

Segurança e profissionalização são pautas de reuniões em Vitória

A prefeita Vera Costa esteve em Vitória, nesta sexta, para reuniões na Secretaria de Estado de Segurança e na Findes


Inaugurada a nova Delegacia de Polícia Civil de Guaçuí

há 35 dias

Inaugurada a nova Delegacia de Polícia Civil de Guaçuí

Governador Paulo Hartung esteve em Guaçuí, nesta quinta-feira (19), para inaugurar a nova unidade de polícia


Empreendedor em ação acontece nesta terça em praça pública

há 38 dias

Empreendedor em ação acontece nesta terça em praça pública

A iniciativa é uma realização da Prefeitura de Guaçui, Sebra ES e Nossocrédito, e vai atender micro-empresários da cidade


Município participa de reunião sobre Plano de Saneamento Básico

há 72 dias

Município participa de reunião sobre Plano de Saneamento Básico

O encontro aconteceu no auditório da Associação da Associação Espírito-Santense do Ministério Público (AESMP), em Vitória


Governador abre Feira de Negócios de Guaçui

há 78 dias

Governador abre Feira de Negócios de Guaçui

Paulo Hartung, ao lado da prefeita Vera Costa e do presidente da Acisg, Marcos Jauhar, abriu a 2ª Feira de Negócios que vai até domingo (10)


Prefeita confere estrutura da Feira de Negócios e confirma presença de Hartung

há 80 dias

Prefeita confere estrutura da Feira de Negócios e confirma presença de Hartung

A prefeita Vera Costa esteve no local onde está montada a estrutura da Feira de Negócios de Guaçuí e confirmou presença do governador na abertura


Guaçuí recebe nova viatura para a Polícia Militar

há 83 dias

Guaçuí recebe nova viatura para a Polícia Militar

A entrega aconteceu na manhã desta sexta-feira (1°) e contou com a presença de diversas autoridades


Reunião discute volta da Guarda Mirim em Guaçuí

há 84 dias

Reunião discute volta da Guarda Mirim em Guaçuí

Projeto foi apresentado pelo vereador Marcos do Góes que estava acompanhado de diretores da Associação Comunitária Sempre Viva Guaçuí


Carros e caminhão compactador chegam ao município

há 97 dias

Carros e caminhão compactador chegam ao município

Veículos são resultado de emendas parlamentares do deputado estadual Euclério Sampaio e ainda serão entregues oficialmente pelo Estado


Aguarde, enviando dados!

clear